Alegrete com Vida!...

Espaço de liberdade e criatividade dos alunos e habitantes da aldeia de Alegrete. Venham visitar-nos! Alegrete convida.

Wednesday, June 06, 2007

A vida no Campo

O Manuel António desde pequenino começou a gostar da vida no campo. Ainda no berço, muitas vezes adormeceu à sombra das árvores, arrolado pelo canto dos passarinhos, enquanto a mãe lidava no amanho da terra.
Mais tarde, quando já andava na escola, aproveitava as horas livres para ir fazer companhia ao pai e ajuda-lo nas fainas da lavoura. De caminho, levava para o pasto um cordeiro que o padrinho lhe dera de presente no dia dos seus anos.
Às vezes, na hora da labuta, ouvia a voz do pai a cantar atrás dos bois enquanto o arado ia rasgando a terra. As arvéloas acudiam a catar a bicharia nos regos da lavrada. As margaças e o terrunho ainda fresco lançavam no ar tépido aromas sadios; e nessas ocasiões o Manuel António, extasiado e pondo os olhos no pai, sentia crescer lá dentro de si uma grande vontade de ser lavrador.
Quando chegou à idade, foi para soldado. Voltou á sua terra cheio de saudades do pai, dos bois e das lavradas. Casou. Tem hoje um rancho de filhos. Trabalha e é feliz. Na aldeia todos o respeitam.
Retirado do livro da minha avó
Marco Silva

3 Comments:

  • At 2:19 PM, Blogger Lumife said…

    VOU DE FÉRIAS! BOAS FÉRIAS!

     
  • At 1:07 PM, Blogger Lumife said…

    Por considerar este espaço merecedor da Corrente da Amizade o Blog "ALVITO" nomeou-te. Passa por lá e levanta a foto.

    Abraço

     
  • At 7:22 AM, Blogger Jorge said…

    que texto fantástico o da avó do marco! e que escrita imensa!

    um abraço a vocês todos
    Jorge Vicente

     

Post a Comment

<< Home